July 18, 2016

Dia de apresentação

Entre os dias 9 e 15 de Julho a Cotidiano realizou sua primeira Hackathon em Brasília. Como eu estava de férias por lá, resolvi participar.

O primeiro dia foi um dia de apresentações, levantamento de idéias para aplicativos cívicos e formação de equipes. Pata tal foi utilizado o novo espaço de co-working da Secretaria do Trabalho do Distrito Federal, que ficou aberto para os participantes ao longo da semana. O Eduardo Castro da Secretaria acompanhou o pessoal trabalhando por lá e resolveu alguns problemas com a rede do espaço que apareceram eventualmente (eu não conheço um ministério ou secretaria em Brasília que não tenha várias restrições na rede).

Formato

  • 12 participantes
  • 4 Equipes de 3 membros cada
  • 1 Semana para desenvolver um produto com aplicações para a população (civic hacking)
  • As equipes poderiam trabalhar de forma remota ou no espaço cedido pela Secretaria
  • A equipe com a melhor solução, atendendo aos critérios: impacto social, abrangência, capacidade de implantação e implementação seria declarada vencedora da hackathon
  • A equipe vencedora ganharia 3 celulares Lenovo (um para cada membro)
  • Todos os produtos desenvolvidos deveriam estar no Github sob uma licença de Software Livre

Nossa equipe

Nossa equipe foi formada pelo Fabrício Raphael, estudante de engenharia de software que conhecemos no primeiro dia, pelo Matheus Fernandes, colega de LAPPIS, Universidade de Brasília e agora funcionário do LabHacker da Câmara dos Deputados e por mim.

Dia de apresentação Matheus, eu e Fabrício

Ao longo da semana desenvolvemos um software que * coletava palavras-chave dos discursos e das propostas dos deputados federais * utilizava o método de similaridade de cossenos para calcular a semelhança entre discursos e propostas de cada deputado * normalizava os dados encontrados para cada deputado, chamando-os de nível de coerência do deputado * apresentava um ranking dos deputados com maiores e menores índices de coerência * apresentava duas nuvens de palavras para cada deputado, com as palavras mais frequentes em seus discursos e propostas

No último dia ainda não tinhamos nem um nome e nem uma logo, então o Dudu da Cotidiano apareceu e resolveu nosso problema:

Tenho Dito Obrigado, Dudu!

Último dia e resultado da hackathon

O último dia foi super divertido: todas as equipes trabalharam juntas em uma sala bem legal, cheia de comida (nhom! nhom!) e café!

No fim, embora eu tenha gostado bastante da nossa solução, o pessoal do Chegou-Sus levou os celulares para casa!

Depois foi todo mundo pra casa descansar mesmo porque a semana foi puxada!

O Tenho Dito está no Github sob a licença GPLv3. Nós pretendemos rodar as análises de similaridade de cossenos com mais dados e subir uma versão 0.1 na infraestrutura do LabHacker em breve!


Comments

comments powered by Disqus
← Fedora 24 Release Party - São Paulo | Blog Archive | FUDCon:Puno 2016 →

about

Athos Ribeiro, Software Engineer, Graduate Student in the Institute of Mathematics and Statistics at University of São Paulo and contributor at the Fedora Project

where

subscribe

To receive updates from this site, you can subscribe to the  RSS feed of all updates to the site in an RSS feed reader.

search